Menu ou cardápio?

Posted by on Aug 8, 2014 in Casamento, Da Emotion!, Dicas

Lá em 2012 eu tive uma cliente que é jornalista. Inclusive o convite dela é um dos mais lindos e diferentes que já apareceram por aqui: o lenço. E por ser jornalista ela sempre foi muito atenta ao conteúdo da sua papelaria.

Foto By Konhad fotos

Foto By Konhad fotos

Na hora de produzir o cardápio ela me disse que queria tudo o mais simples de entender possível, pois queria que todos os seus convidados soubessem o que estavam comendo. Então ela “traduziu” todos aqueles nomes bonitos para batata, manteiga, queijo, etc que os Chefes adoram colocar (e a gente estragou tudo! Desculpa!). O único prato que a gente deixou mais bonito, porém ainda fácil de entender foi o Porco no Rolete. O noivo fez questão de servir e ela não que ficasse assim, então colocamos: carne suína na brasa. E nesse caso em particular os convidados conseguiriam identificar que o porco era um porco na mesa do buffet.

Mas enfim, achei muito legal essa iniciativa e adotei no meu casamento também. Não desmerecendo os nomes sofisticados dos pratos, mas, eu por exemplo, não estou acostumada com esses nomes. Na degustação eu perguntava o que era tudo porque né… Não sabia a maioria dos termos e não era arroz e feijão e macarrão a quatro-queijos que estavam sendo servidos!

É a mesma coisa que chegar um cliente aqui e eu começar a falar do vetor do Illustrator e da fonte opentype com o kerning mal ajustado e altura x de 4mm. Que eu preciso fazer o convite com sangra pra rodar no fotolito pra não perder o registro na batida faca. Entenderam?

Acho que é uma coisa válida a ser levada em consideração. A decoração, o local em e a apresentação dos pratos mostrarão sofisticação por si só. É sempre fofo pensar nos convidados. E além do mais, o efeito contrario pode acontecer. Você olha um nome todo estrangeiro e pensa: “humm deve ser uma delícia”. Daí chega lá e ravioli com molho de tomate normal, tipo assim. Quebrou as pernas do convidado!

Colocando os nomes em português não tem erro, todos entenderão!

 

 

Leave a Reply